The playing is just starting...

Tag: Testing

How to become a Professional Video Game Tester

I found out those tips at http://work.chron.com/ and, so far for what I have seen, some of them are pretty good.

Let me know what do you think about those tips and if you have another good one that was not mentioned below.

Spare some time to read it if you are looking for an opportunity to get into this biz.

Video game testing, also called quality assurance testing, isn’t a fantasy job; it’s an actual, necessary part of the game development process. A game testing job can be a good way to get your foot in the door of the gaming industry, but it might not be as much fun as you imagine; most quality assurance testers spend their days playing and replaying the same levels to check for errors. Though it’s hard work, game testers are compensated for their efforts. As of 2010, the U.S. Department of Labor reports the average salary of a game tester at $49,000 a year.

Step 1

Familiarize yourself with computer systems and popular console technology. Testers play games on a variety of platforms, and may be asked to install or uninstall hardware or software in the course of their work. According to 25-year veteran game designer Tom Sloper, computer literacy is an absolute must for game testers.

Step 2

Play as many games as possible. Read gaming magazines; get to know the lingo and genres. Many game players stick to one or two genres — but you won’t be able to pick the types of games you test, so you should be familiar with many different genres.

Step 3

Volunteer to participate in public beta tests of games. Quality assurance testers must be detail-oriented and thorough; demonstrate your aptitude for game testing by doing an exceptional job testing beta releases. Take comprehensive notes if you encounter any bugs; play and replay all of the events leading up to buggy responses and supply detailed feedback on every game error you come across.

Step 4

Learn how to write a bug report. Find bug reports online, and practice creating reports of your own that include the three essential elements of a bug report: what happened, what you expected to happen, and the exact steps required to repeat the bug. Knowing how to write a bug report will be a huge advantage when it comes time to apply for game testing positions.

Step 5

Practice effective written communication. Game testers’ bug reports should communicate game issues clearly enough that no follow-up questions are required.

Step 6

Start your own gaming blog. Greg Off, President of game marketing company Off Base Productions, advises people looking to breaking into the gaming industry to create their own game-oriented blogs. A great addition to a would-be game tester resume, a blog shows that you are committed to games — and can also serve as a platform to network with others in the industry.

Step 7

Join a game-focused social network and make friends. According to a recent article published by CNN, only about 20 percent of job openings are actually advertised — the rest are filled by people who know employees already working at the companies.

Step 8

Participate in game art contests or game review competitions. Winning an award in either type of contest is an excellent way to get the attention of game development studios.

Step 9

Get a college degree. Tom Sloper strongly recommends obtaining a degree before applying for a job as a game tester. Game design, computer science and communications are all subjects that would lend themselves to a career in game development.

Step 10

Apply for an internship at a game company. Lauren Svenson, a publicist for EA, encourages anyone who wants to get into the game industry to seek out internships. The opportunity to meet people and make connections, she maintains, is even more valuable than the experience of working on the games themselves.

Step 11

Create a resume that highlights your education, beta testing experience and communication skills. Attach a cover letter detailing your specific interest in a game testing position and point out any activities that demonstrate your dedication to game development and testing.

Step 12

Email your resume to every game company within commuting distance. According to Tom Sloper, you will not be able to test games from home — so if there is no game company within driving distance, you may need to move. Alex Jones, a producer at Capcom, broke into the industry by sending out resumes left and right: “I looked in the back of every video game magazine and sent my resume out to all of them within a 50 mile radius.”

And what about you? Have you started your on blog or game bug report?

A verdade sobre ser um Game Beta Tester

Olá pessoal, tudo bem?

Encontrei este texto em Inglês no site http://thegameprodigy.com e resolvi traduzir e adaptá-lo para um melhor entendimento. Vale ressaltar que os comentários que efetuei são somente para melhor compreensão do texto e não refletem a minha opinião.

Boa leitura!

“Muitos estudantes sonham em ser um Beta Tester ou Game Tester, alguém que joga video-game para viver. Para ser como o emprego dos sonhos, certo? Você é alguém que adora jogar video-games, então o que poderia ser possivelmente melhor do que sentar em uma confortável cadeira, bebendo refrigerante e jogando enquanto é pago para isso? Existem milhares de sites e propagandas tentando fisgar estudantes confiantes para programas e universidades para se tornarem Game Tester, e existe até uma central de TV falando disto. É uma isca tão fácil de se morder que muitos estudantes se deixam levar por este sonho, esperando que terminem conseguindo o que consideram o emprego perfeito.

Infelizmente, ser um Beta Tester profissional não é tudo isso que dizem ser. Quality Assurance (Em tradução livre Garantia de Qualidade), ou QA como é chamado pela indústria de games, vem com vários pontos negativos que os estudantes não estão cientes, enquanto procuram o mar de rosas e desenham isso nas suas mentes. Eu (Brice – autor do outro site) tenho trabalhado com várias pessoas ótimas que são Game Testers e, enquanto esta pode ser uma carreira ótima para alguns, para a maioria dos estudantes que eu aconselho, não é uma boa escolha. Aqui estão algumas razões por isso e existem algumas melhores opções que eu tento dirigir os estudantes ao invés.

A primeira desvantagem é que o trabalho não é, nem perto, tão divertido quanto você pensa ser; pelo contrário, é bastante tedioso. Estudantes se imaginam testando jogos como sendo similar quando eles estão com seus amigos – sentados juntos, jogando algumas partidas aqui e ali, e testando os novos jogos quando forem lançados. Trabalhar em QA não é nada disto. O primeiro propósito de Quality Assurance (QA) é encontrar bugs e problemas nos jogos, como crashings (exemplo de quando o jogo trava), glitches nas imagens (imagens distorcidas ou fora de padrão) ou comportamentos incorretos. A fim de encontrar esses bugs, QA tem que jogar o game várias vezes. De novo e de novo. Por exemplo, se você estiver trabalhando em Call of Duty, então quando o primeiro level estiver pronto, você irá jogá-lo. Depois você irá jogá-lo novamente. E de novo. Você tentará fazer algo ligeiramente diferente cada vez que jogar, esperando que o jogo trave ou dê algum problema. Você vai acabar jogando o mesmo level, literalmente, centenas de vezes. Isto é, de longe, o mar de rosas que muitas pessoas retratam dos Game Testers e tem um sentimento muito próximo a um trabalho em uma linha de montagem.

A segunda desvantagem de ser um Beta Tester é o baixo salário. De todas as carreiras em jogos dispostas nas pesquisas de salários na indústria de jogos, QA frequentemente é ranqueado como o menor, em mais de $26.000, mais baixo do que a instrução mais baixa.

(*Nota do autor desde blog: Isto seria em torno de $ 2150,00 dólares por mês, levando em consideração que você trabalharia 5 dias por semana, 8 horas por dia (160 horas no final do mês = $ 13,45/hora.) Também não podemos esquecer que, isto transferidos para R$, seria ÓTIMO, mas o que você ganha em Dollar, você gasta em Dollar. A grosso modo, imagine você ganhando R$ 2.000,00 no Brasil…. complicado…)

Até mesmo lideres e pessoas de QA com experiência não são bem pagos. Essa é uma grande desvantagem quando considerar qual caminho seguir na carreira de jogos.

A última desvantagem é que o trabalho de QA é limitada em plano de carreira. Algums QA testers conseguem seguir em outra carreira como designs ou produção, mas a maioria dos QA testers ficam presos ao QA pela vida toda, não importando o quanto são competentes e habilidosos. Pode ser bastante difícil seguir para outra area e, levando em consideração que todos querem ser um QA Tester, não existe muito poder de negociação para ir trabalha em outras empresas.

Então, o que um Gamer deve fazer?

Na minha (Brice) carreira de reuniões com pais e estudantes, eu constantemente os aconselho em considerar uma carreira de Beta Tester ou QA somente quando já considerado outros caminhos primeiro. Enquanto eu trabalhava com grandes pessoas em QA, se você se tornar um designer, artista ou engenheiro, então você terá um salário melhor, ter possibilidade de grande autonomia de trabalho e ter melhores oportunidades na sua carreira.

Fonte: http://thegameprodigy.com/the-truth-about-being-a-game-beta-tester/

Originalmente publicado em 09/04/2013.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén